A Escala Siewert

A escala Siewert e os gráficos de resultado dentro da análise MAP

O mapeamento M A P representa um sistema de detecção de características formadoras de personalidade, e a conseqüente expectativa de comportamento do indivíduo, bem como a provável inclinação de adquirir doenças “somáticas” com suas origens nestes desequilíbrios.

Na demonstração gráfica das 8 pares (16 no total) de características formadoras da personalidade, em níveis de presença entre 1 a 6 (com suas respectivas contra – características, mostrando valores entre praticamente ausente até uma presença dominante, temos a possibilidade de averiguar estas “desordens” !

O gráfico é de tal forma simplificado, que também o próprio testado (no caso de exigidos Feed – Back´s) compreende perfeitamente o sentido:

na abscissa (linha horizontal) mostramos os níveis de presença,
entre 1 e 6, das características opostas,

na ordenada (linha vertical) temos a porcentagem da população
com seus variados níveis levantados.
Veja um exemplo:

Estas características opostas são quantitativamente alocadas na escala Siewert:

1. Nível de Serenidade (lado esquerdo) + Nível de Nervosismo (lado direito)

# a vitalidade e empenho em volta da atividade, o engajamento envolvido, a disposição para tomar iniciativas, o interesse e a vontade induzida, o envolvimento com os objetivos, o nível de engajamento e de atenção, a curiosidade em volta de um assunto, a orientação para a realização de metas, a identificação pessoal com a tarefa.

2. Nível de Índole Pacífica (lado esquerdo) + Nível d Agressividade (lado direito)
# o dinamismo desenvolvido, a energia induzida na execução da tarefa, o nível da atividade envolvida, a persuasão dos objetivos, a persistência para alcançar metas, o entusiasmo induzido no trabalho, o empenho, do vigor e da garra investida, a força de vontade demonstrada, a disposição para sacrifícios e o espírito de luta.

3. Nível de Euforia (lado esquerdo) + Nível de Depressão (lado direito)
# o entusiasmo, a paixão pela “coisa”, a motivação, a inspiração e do gosto pela atividade, a disposição para a realização, o prazer no trabalho, a estabilidade emocional, o empenho para encontrar “soluções”, a propensão para aproveitar o “sabor da vitória”.

4. Nível de Instabilidade (lado esquerdo) + Nível de Estabilidade (lado direito)
(antes: deslealdade – confiabilidade)
# da integridade, da manutenção de convicções, da previsibilidade, da confiabilidade, da credibilidade, da constância, da firmeza do caráter, da retidão da moral, do autocontrole, do auto-gerenciamento, da visão ética e itens similares aos anteriores.

5. Nível de Isolamento (lado esquerdo) + Nível de Sociabilidade (lado direito)
# da facilidade de contatos, da acessibilidade, da visão para necessidades (por ex.: de clientes, fornecedores, terceiros), da comunicação, da troca de opiniões, do relacionamento, da convivência, do espírito de equipe, do gerenciamento de conflitos, parcialmente da adaptabilidade e itens similares aos anteriores.

6. Nível de Insegurança (lado esquerdo) + Nível de Autosegurança (lado direito)
# da autoconfiança e segurança, da credibilidade, da convicção, do espectro de visualização, da certeza em ações, da coragem, da confiança, da objetividade, da ação multidisciplinar, da visão estratégica, da ausência de ansiedade e itens similares aos anteriores.

7. Nível de Introversão (lado esquerdo) + Nível de Extroversão (lado direito)
# do controle da ansiedade, do domínio do estresse e de complexos e receios, da abertura ao falar das próprias limitações ou falhas, das atitudes calculáveis (do tipo: promete e cumpre, faz e assume), de conseguir lidar com situações que envolvem problemas, obstáculos e contratempos e itens similares aos anteriores.

8. Nível de Sensibilidade (lado esquerdo) + Nível de Racionalidade (lado direito)
# do uso de critérios objetivos, da reduzida ou acentuada emotividade, do trabalho metódico e sistemático, da racionalidade, da “lógica” de uma ação ou reação, do desenvolvimento de qualificação de colegas ou participantes do grupo, do “feeling” para com uma situação, do envolvimento em trabalhos sociais, a seriedade ou frieza em reações; da facilidade de argumentar emotivamente e itens similares aos anteriores.

Estas “características formadoras de personalidade” são os principais responsáveis pelo comportamento de um lado e (neste caso acrescidas de conhecimento e experiência) pelas competências !

 

WhatsApp Fale Conosco pelo WhatsApp